terça-feira, junho 20, 2006

Rrrroonaldinhooo!!!

É um espetáculo a parte a narração de Galvão Bueno nessa copa do mundo, glorificando certos jogadores e maquiando um time que comete erros primários no futebol.
Os contratos de Galvão com a CBF e com alguns jogadores eu não sei como são, mas é patético ver como o narrador insiste em tentar enganar os telespectadores. As constantes tentativas de induzir o público a uma verdadeira adoração a Ronaldo por exemplo. o que em termos práticos tem significado: adoração ao erro. Galvão diz que a seleção está jogando como nunca, e eu concordo, nunca foi tão mal.
Muitos podem vir em defesa do camisa 9 da seleção afirmando que o brasileiro é injusto, em 2002 Ronaldo foi artilheiro. Ok, Ronaldo "foi" artilheiro, não é mais, está visivelmente fora de forma e joga um futebol muito aquém do que já jogou. É incontestável que ele deu, sim, contribuições inestimáveis à seleção. Mas no esporte a carreira dos jogadores descreve o triste desenho de uma parábola. Ronaldo chegou ao auge e agora parece estar decadente. "Definha", a olhos vistos e não parece dar sinal de reação, a não ser para Galvão Bueno é claro.
Torço com toda força para que Ronaldo dê a volta por cima, mas sinceramente, não acredito.
As negociatas publicitárias que impedem Ronaldo de ser tirado do time ainda não foram letais à equipe, mas caminham para um destino trágico, que virá a não ser que o futebol se sobreponha aos interesses de poderosos como as grandes marcas, a CBF, a rede Globo e o próprio Galvão, o que não é muito comum em se tratando de Brasil. Mas como a esperança é a última que morre...
E com relação ao "fenômeno" eu torço simplesmente pra queimar a língua.

1 Comments:

Anonymous Renée said...

não fala assim do fenômeno :/

29/6/06 00:16  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home